terça-feira, 31 de agosto de 2010

Sobre colocar-se em risco

Princípio do Prazer = "É a tendência que, em busca da descarga imediata da energia psíquica, não quer saber de mais nada - nem do real, nem do outro, nem mesmo da sobrevivência do próprio sujeito" Maria Rita Kehl

Fê Lopes - por uma vida com mais mediação e sublimação.

Um comentário:

Sarah Saratonina disse...

Por isso que risco vicia, ne?